Dieta rica em fibras melhora as funções intestinais e promove bem-estar

segunda-feira, junho 13, 2011

123RF Stock Photos
Uma alimentação balanceada, com a presença de alimentos ricos em fibras, tem papel fundamental quando o assunto é intestino preso, tanto para ajudar na melhora do problema quanto para prevenir o quadro. Além disso, o consumo de fibras também auxilia na proteção do organismo contra algumas doenças crônicas como o câncer e doenças cardiovasculares.

Na entrevista a seguir, Dr. Vladimir Schraibman (CRM-SP 97304), especialista em cirurgia geral, gastrocirurgia e orientador de Cirurgias Robóticas da área de Cirurgia Geral e do Aparelho Digestivo do Hospital Israelita Albert Einstein, apresenta mais informações sobre a influência de uma alimentação rica em fibras:

1.  Por que é importante adicionarmos fibras a nossa dieta?

O consumo de fibra alimentar associado a uma dieta balanceada, rica em carboidratos e pobre em gorduras, é importante para promover a saúde e diminuir o risco de doenças crônicas. A fibra alimentar é considerada um alimento funcional, ou seja, além de fornecer nutrientes também desempenha funções fisiológicas no trato gastrointestinal, como diminuição nos níveis de colesterol, redução dos níveis de insulina e glicose no sangue, além de atuar na fermentação da flora bacteriana no intestino grosso e contribuir para uma evacuação normal.

2.  A dieta rica em fibras vale para todas as fases da vida? Crianças devem ingerir fibras? 

O benefício das fibras alimentares vale para todas as fases da vida e devem sempre estar presentes na dieta. As crianças também devem ingerir fibras, as recomendações da American Health Foundation para crianças e adolescentes, de 3 a 20 anos, para ingestão de fibras alimentares é a quantidade correspondente à idade acrescida de 5 a 10 gramas. Por exemplo, uma criança de 10 anos, deve ingerir de 15 a 20 gramas de fibras diariamente.

3.  Quais alimentos são ricos em fibras? E quanto devemos consumir diariamente?

As fibras alimentares podem ser encontradas em grãos (aveia, cevada, centeio), frutas (maçã, laranja, limão), tubérculos (batata, beterraba), sementes de plantas e hortaliças em geral. A recomendação da Organização Mundial da Saúde é o consumo, para um adulto, é de 27 a 40 gramas de fibras alimentares por dia. 

4.  Os benefícios trazidos pela ingestão regular das fibras são os mesmos para o organismo feminino e masculino?

As fibras trazem benefícios para homens e mulheres. É aconselhável alimentar-se com fibras alimentares pelo menos nas quantidades mínimas sugeridas pelos órgãos de Saúde, porém não é isso que se observa. A maioria das pessoas apresenta uma ingestão de fibras alimentares aquém do desejado, fato que traz sérias consequências à saúde do indivíduo. É bem conhecido a grande incidência de prisão de ventre, em especial nas mulheres, o que esta associado a baixa ingestão de fibras, conforme mostram estudos baseados em dados populacionais.

5.  Qual o papel da fibra na digestão? É verdade que ela regula o intestino?

Como já foi dito, além de fornecer nutrientes, as fibras desempenham diversos papéis no trato digestivo. As fibras servem de matéria-prima para fermentação realizada pelas bactérias da flora intestinal, que produzem vitaminas essenciais para o bom funcionamento do organismo. Também regulam o hábito intestinal, por meio do aumento do bolo fecal, graças à sua capacidade de reter água associada à fermentação pela flora bacteriana.

123RF Stock Photos
6.  Por que a ingestão de fibras deve ser acompanhada de líquidos?

As fibras chamadas solúveis encontradas na maçã, alho, cebola, folhas verdes, entre outros alimentos, desempenham seu papel no intestino, por meio da absorção de água e desta maneira participando de fermentação de bactérias, absorção de gorduras e aceleração do hábito intestinal. Com pouca oferta de líquidos, as fibras alimentares, principalmente, as fibras solúveis, tornam-se ineficientes. Recomenda-se a ingestão de pelo menos 2 litros de água e sucos todo dia.

7.  Há pessoas que não devem consumir fibras?

Em alguns casos especiais, como em quadros de infecções agudas do trato gastrointestinal, quando o paciente apresenta diarréia e/ou vômitos, recomenda-se que os alimentos ricos em fibras sejam evitados temporariamente, pois podem levar a uma piora da inflamação das mucosas intestinais. Em algumas doenças, como na Doença Celíaca, o paciente deve evitar alimentos derivados de trigo, aveia, cevada e centeio, que são importantes fontes de fibras. Porém, outras fontes, como frutas e folhas, podem e devem ser usadas para substituir.

8.  Por que se diz que a ingestão de fibras ajuda na perda de peso? Isso é verdade ou mito?

As fibras alimentares podem ajudar bastante em uma dieta para perda de peso. Além de ser um alimento de baixa caloria, as fibras fazem com que estômago demore mais tempo para esvaziar entre as refeições, causando uma sensação de saciedade precoce e, consequentemente, diminuindo o apetite. Também no intestino, as fibras ligam-se aos sais biliares e dessa maneira reduzem a absorção de gorduras.

Dr. Vladimir Schraibman
9.  Até que ponto é necessária a ingestão suplementar de fibras, como a de maracujá, maçã, banana verde ou berinjela?

Apesar das recomendações e orientações dos mais variados órgãos de Saúde Pública, muitas vezes acabamos por ingerir menos fibras do que o necessário, e mesmo aquelas pessoas com hábitos alimentares mais saudáveis, algumas vezes comem algo menos adequado, como fast food. Para compensar essa tendência que existe de suprimir a quantidade de fibras em nossa dieta, um bom conselho é realizar uma ingestão suplementar de alimentos que contenham fibras. Mas lembre-se: nada de exageros! Afinal, qualquer tipo de alimento, se ingerido em grande quantidade, pode fazer mal à saúde. 

10.  Existe como substituir a fibra encontrada nos alimentos? Como?

Na indústria estão disponíveis vários suplementos e laxantes à base de fibras, que podem substituir a ingestão in natura nas quantidades recomendadas. Porém, o ideal é sempre que possível obter as fibras dos alimentos naturais. Existem diversos tipos de fibras alimentares solúveis e insolúveis presentes nas mais variadas formas de alimento e cada uma com benefícios diferentes.

0 comentários:

Postar um comentário

TAGS

Ação Social Adriane Galisteu Agua termal Alimentação Anti-idade Artur Grynbaum Banho Base Batom Beauty Fair 2011 Beauty Fair 2012 Beleza masculina Biquini Boca Brilho Labial Brincos Burgundy Cabelos Cabelos - finalizadores Cabelos - hidratação e tratamento Cabelos cacheados Cabelos masculinos Calçados Camisa branca Câncer de Mama Carnaval Carteiras Celebridades Celso Kamura Celulite Chocolate Cigarro Cirurgia Plástica Claudia Matarazzo Coloração e Tonalizantes Coques Cores - como combinar Corretivo Cosméticos premiados Creme para os olhos Crochê Cuidados com a pele Cuidados com as roupas Cuidados com o corpo Cuidados com o rosto Curiosidades Deborah Secco Demaquilante Depilação Dermocosméticos Desfile da Daslu Desfiles Desfiles 2012 Desfiles Outono/ Inverno 2013 Dia Internacional da Mulher Dicas de beleza Dicas de produtos Dicas para disfarçar a barriga Disco das Cores Disco de Newton Dra Ana Hara Drenagem Linfática Duda Molinos Entrevista com a Avène Esmaltes Estilo Estresse Etiqueta Fashion Day In 2012 Fashion Rio Inverno 2012 Fashion Rio Inverno 2013 Fernanda Paes Leme Fim de ano Fiorella Mattheis Fonoaudiologia Estética Francal Gisele Bündchen Glam Sneaker Gloria Kalil Grazi Massafera Grupo Boticário Guia de maquiagem Guido Palau Hair Brasil 2011 Happi Magazine Hara Spa Hidratação corporal Ildi Silva Imagem Pessoal Isabelli Fontana Ivete Sangalo Izabel Goulart Jeans Jennifer Lawrence Joias Juliana Martins Juliana Paes Julio Rocha Júri Kelly Rutherford Lábios Lançamentos Le Creuset Lenço Lingerie Luana Piovani Luíza Brunet Mamoplastia Mãos Maquiagem Maquiagem Mineral Maquiagem para entrevista de emprego Maquiagem passo a passo Marcelo Serrado Marco Antonio de Biaggi Marcos Proença Maria Fernanda Cândido Mariana Ximenes MariMoon Marina Rui Barbosa Marketing Matthew Settle Mercado de Cosméticos Moda Moda Praia Nails Fashion Week Nails Fashion Week 2012 Nathalia Dill Nathalia Rodrigues News Novelas Nude Óculos Olheiras Olhos pretos Opaque Oscar 2013 Outono/ Inverno 2014 Paloma Bernardi Palpite Perfumado Paolla Oliveira Paris Fashion Week/ Verão 2013 Patrícia Poeta Patrícia Veiga Paulo Persil Peeling de Diamante Perfumes Perfumes ambiente Perfumes femininos Perfumes masculinos Pérolas Pés Pó Facial Prada Prêmio Atualidade Cosmética 2012 Prêmio Atualidade Cosmética 2013 Prêmio Atualidade Cosmética 2014 Prêmio Atualidade Cosmética 2015 Prêmio Mulher em Destaque Opaque Primavera 2013 Primavera/ Verão 2015 Promoção Proteção solar Protetor solar colorido Publicações/ Entrevistas Rabo-de-cavalo Réveillon Rinoplastia Rock Rodrigo Andrade Rossano Ferretti Rugas Sabrina Sato Scar Project Secadores e Chapas Semana de Moda de Aruba Semana de Moda de Milão Semana de Moda de Nova York Shampoo e Condicionador Significado das cores Sobrancelhas Spas SPFW Inverno 2012 SPFW Inverno 2013 SPFW Verão 2015 Taís Araújo Tendências Tendências de esmaltes Primavera-Verão 2012/ 2013 Tendências de esmaltes Primavera-Verão 2012/ 2013. Tendências de esmaltes Verão 2015 Tendências de maquiagem Primavera-Verão 2012/ 2013 Tendências Inverno 2012 Tendências Outono/ Inverno 2013 Tendências Verão 2012/ 2013 Ticiane Pinheiro Tratamento corporal Tratamento facial Unhas Vanessa Giácomo Verão 2016 Verde Esmeralda Vestidos festa Visagismo Yasmin Brunet